Pessoas 103-2 | 103-3

LinkedIn: linkedin.com/company/votorantim
Instagram: @somosvotorantim

A área de Desenvolvimento Humano e Organizacional (DHO) da Votorantim atua na gestão das equipes da holding, do Instituto Votorantim e da Reservas Votorantim estruturada em três frentes:

  • Atratividade, engajamento e comunicação

  • Desenvolvimento de pessoas e organização

  • Remuneração e benefícios


Atratividade, engajamento e comunicação

Reformulado no exercício anterior, o Programa de Estágio, para ingresso em 2020, recebeu 2,6 mil inscrições para nove vagas, 48% a mais do que a edição passada. Novamente foi adotada a seleção às cegas, ou seja, sem que os candidatos tivessem que declarar o curso ou o nome da instituição em que estudavam, o gênero e a etnia. O critério preferencial de seleção foi potencial e perfil cultural, com o objetivo de atrair jovens alinhados aos valores e princípios da companhia. O compromisso de promover equidade de gênero foi considerado até a última etapa do programa: os grupos da dinâmica presencial tiveram o mesmo número de homens e mulheres

Já o Votorantim Experience, estágio de férias com duração de um mês, seguiu a mesma estrutura: com 954 inscritos para duas vagas nas áreas de Investimentos Imobiliários e Desenvolvimento Corporativo, selecionou, para a etapa final, de workshop e resolução de caso, 50% homens e 50% mulheres, estudantes de graduação dos cursos de negócios, engenharia e áreas correlatas. No âmbito da Votorantim Finance Tour, que tem como objetivo aproximar a Votorantim dos estudantes de finanças, participaram de workshops de avaliação de empresa 20 líderes de ligas estudantis focadas no mercado financeiro.

Para assegurar a atração de talentos e os processos sucessórios, entrou em vigor, em 2019, o Caderninho, cujo objetivo é garantir que os gestores mantenham um pool de sucessão para todos os níveis de suas áreas. A ideia é que eles observem talentos na Votorantim e fora dela para o mapeamento de profissionais capazes de suceder o empregado hoje sob sua liderança. Em 2019, 45% das vagas abertas na holding foram fechadas a partir das indicações do Caderninho.

Contribui para a atração e também para o engajamento interno o programa Embaixadores, que estimula empregados de diferentes níveis hierárquicos a representarem a companhia e seus diferenciais em eventos como feiras de negócios, aulas e palestras em universidade. Formalmente, 55% do quadro funcional já atua como embaixador.

Outro programa existente, o Movimenta, que possibilita mobilidade de talentos entre as empresas investidas, foi revitalizado para tornar o processo mais flexível, simples e em linha com as melhores práticas de mercado, tornando o empregado protagonista de sua própria carreira. Neste ano, a iniciativa teve ainda a adesão do banco BV. As 400 vagas divulgadas pela plataforma no segundo semestre foram acessadas internamente por 5,5 mil interessados.

Essas práticas de atração de talentos aplicadas aos processos seletivos têm também como foco a busca por diversidade, sob a convicção de que ela agrega valor.

Com foco em manter diálogo e seguir no compromisso de clareza e direcionamento, foram promovidas, no ano, duas versões do Encontro Votorantim, em que as lideranças da holding esclarecem diretrizes e celebram conquistas. Uma dessas edições foi específica, pela primeira vez, para tratar dos temas diversidade e inclusão, com discussões sobre viés inconsciente que expuseram a conexão entre aspectos técnicos da neurociência e o quanto os estereótipos influenciam as pessoas ao tomarem decisões. Esse encontro foi resultado das conversas dos grupos de trabalho criados pelos empregados da holding nos âmbitos de diversidade de gênero, etnia, orientação sexual e pessoas com deficiência, de forma que se aprimorasse o conhecimento interno e evoluísse em processos e ambiente de trabalho. A partir desses encontros, foram desenvolvidas diferentes ações, como reformas estruturais do escritório e mudanças nos processos de seleção.

Em relação às comunicações interna e externa, as ações de reconhecimento, divulgação e diálogo tiveram sequência como forma de garantir a consistência das iniciativas, tais como a realização da Hora do Reconhecimento e de ações comemorativas, como Dia das Crianças, Dia da Família, entre outros. Especificamente com relação ao meio digital, foi criado o VotoCast, um canal da Votorantim disponível nas plataformas de podcast, e houve um aumento de 44% de seguidores do Instagram e 79% no LinkedIn.

Resultados da pesquisa da RepTrak®

Como forma de mensurar e assegurar a gestão da reputação da companhia, foi realizada uma pesquisa em conjunto com o Reputation Institute, abrangendo públicos de contato, como empregados, sociedade, imprensa, jovens talentos, entre outros. Foram mais de 600 entrevistas, que geraram percepções sob diferentes aspectos, como negócios, inovação, ambiente de trabalho, governança, cidadania, liderança e desempenho. No geral, a avaliação da reputação da Votorantim é forte, ficando acima de 70% de favorabilidade em todos os públicos: principalmente para mercado financeiro e empregados, que tiveram alcance de 80,9%.

Destacam-se os resultados positivos obtidos em negócios, desempenho, governança e cidadania. Como temas ainda a serem melhorados na percepção dos públicos estão diversidade e inovação.

 

Desenvolvimento de pessoas e organização

Partindo da crença de que o melhor modelo para o desenvolvimento consistente de uma empresa é o integral, pois conecta todas as esferas e os contextos aos quais os empregados estão expostos, a estratégia de desenvolvimento de pessoas e organização foi consolidada como mostra a figura a seguir.

Alinhado a essa estratégia, em 2019, houve um trabalho contínuo para ampliar a autonomia dos gestores em relação à gestão das ações referentes ao desenvolvimento de suas equipes, envolvendo três frentes:

Educação, incluindo programas e eventos de qualificação profissional, como cursos de extensão, idiomas e pós-graduação.

Desenvolvimento, com ações voltadas ao autodesenvolvimento e gestão da carreira, com destaque para as aquelas realizadas internamente pela equipe de DHO ou pelo próprio gestor, como: ferramentas de avaliação voltadas ao autoconhecimento; diálogo de carreira entre gestor e liderado; construção do Programa de Desenvolvimento Individual (PDI); coaching e counselling.

Treinamento, com ações de curta duração que visam ao aprimoramento técnico, a exemplo de cursos, certificações, seminários e congressos, necessários à função ou área de atuação.

 


O Sistema de Desenvolvimento Votorantim (SDV) consolidou-se como o mecanismo que viabiliza a estratégia de desenvolvimento dos empregados da holding. A realização dos diálogos sobre carreira e do comitê de mérito em momentos distintos aprimorou o modelo que já havia sido implementado no ano anterior, considerando o autoconhecimento como ponto chave para todo o processo, para facilitar o entendimento dos conceitos de potencial (predição de desempenho futuro) e de performance (avaliação de desempenho passado) na organização.

 

Durante os diálogos de carreira, os líderes puderam conversar com cada empregado sobre os pontos fortes que ajudam no alcance de seus desafios profissionais e, também, sobre os pontos de desenvolvimento que devem ser priorizados para garantir a performance futura.

Além disso, essa conversa também tem o objetivo de gerar estímulos para que cada indivíduo reflita sobre o nível de complexidade da posição que ocupa frente às suas próprias capacidades emocionais e cognitivas, identificando planos de desenvolvimento Além da esfera de desenvolvimento individual, também houve o trabalho de facilitação do desenvolvimento das equipes por meio de off sites e encontros. Nessas ocasiões, algumas áreas trabalharam questões relacionadas ao desenvolvimento da liderança e evolução da cultura; outras, a construção da identidade do negócio.

Dando continuidade ao planejamento de pessoas na organização, foi realizada a apresentação e validação do plano de sucessão da diretoria executiva da Votorantim no Conselho de Administração, consolidando o PDI dos envolvidos.

As metodologias de apuração do engajamento das pessoas têm passado por evoluções para acompanhar a evolução da companhia. Nesse sentido, em 2020, será realizada uma pesquisa de engajamento e cultura de forma mais ampla, capaz de identificar não apenas o grau de satisfação em relação ao clima e o engajamento, mas também a adesão à cultura organizacional.

 

Academia Votorantim

Saiba mais em:
votorantim.com/academia

Em 2019, a Academia Votorantim consolidou-se como um elo de fomento ao desenvolvimento de indivíduos e organizações, conectando pessoas e promovendo reflexões sobre as tendências que impactam os ambientes de negócios e a sociedade.

O destaque foi o Votorantim.hub, um evento para repensar o futuro dos negócios, realizado em conjunto pela holding e as empresas investidas, bem como alinhado ao movimento 18.18, criado em 2016 com o objetivo de ampliar a conexão das pessoas com tendências que impactarão os negócios, desafiando-as a adotarem a inovação.

Já o programa Potenciar, que reconhece os talentos internos da Votorantim e de suas investidas, conferindo a eles formações técnicas e comportamentais capazes de acelerar seu aprendizado e desenvolvimento, teve, pela primeira vez, a participação da Citrosuco. Dessa forma, todas as investidas passam a participar do programa, que ocorre anualmente desde 2012. Na última edição, foram quatro encontros dos quais participaram cinco empregados da holding e do Instituto Votorantim, dez do CoE e 68 das empresas investidas.

Em relação ao Vototalks, uma plataforma on-line de diálogos entre convidados que são referências em suas áreas de atuação, todos os conteúdos foram consolidados na página da Academia Votorantim, inserida no site da holding. Os conteúdos estão divididos de acordo com os temas do 18.18: novos padrões e tecnologias emergentes; cultura de alta performance; business (re) design; transformação consciente; e global mindset. Todos os conteúdos estão disponíveis não somente para os empregados da Votorantim e das empresas investidas, mas também para o público externo

 

Votorantim.hub

Para refletir sobre o futuro em que deseja estar e as formas de ajudar a construí-lo, a Academia Votorantim, por meio das empresas investidas, promoveu, no ano, o Votorantim.hub, evento de inovação que mostrou o redesenho de negócios e a jornada de transformação que as empresas do portfólio estão preparando para o futuro.

Durante dois dias, mais de 5 mil profissionais e stakeholders convidados conferiram uma série de demonstrações com o uso de realidade virtual e simulações de experiências, além de terem participado de 78 palestras, muitas das quais simultâneas em seis diferentes palcos, sobre temas diversos – como o futuro da cidadania, do trabalho e da habitação; comunicação não violenta; e DNA Votorantim e suas práticas. Por meio das mídias sociais, o evento impactou mais de 800 mil pessoas.

Ao fim, os participantes responderam à pesquisa de satisfação, atribuindo ao evento notas de 4,7 pelo público interno e 4,6 pelo público externo, considerando cinco como a nota máxima.

 

Remuneração e benefícios

Em 2019, a área de Remuneração e Benefícios da holding migrou integralmente para o CoE. A iniciativa proporcionou ganhos de eficiência operacionais e financeiros na medida em que tornou mais ágeis atividades já transversais, como negociação de planos de seguro-saúde, seguro de vida, vale-refeição, vale-alimentação e subsídio para academias. A vantagem imediata foi atuar de forma mais direta na operacionalização do seguro saúde com os fornecedores, o que simplificou os processos de contratação e gestão.

Além da mudança estrutural, outros avanços foram implementados no ano pela área. É o caso do serviço de Telemedicina em parceria com o Hospital Albert Einstein, que possibilita acesso rápido aos médicos do hospital por meio de atendimento virtual para casos simples. Foi ainda estruturada, na sede da holding, uma sala de apoio à amamentação, que pode ser utilizada pelas empregadas mães para extração e armazenamento de leite durante a jornada de trabalho.

No ano, foi desenvolvido o Business Intelligence (BI) de Saúde, uma plataforma que busca atender áreas de Recursos Humanos e equipes de gestão médica de forma integrada, possibilitando análises não apenas das informações relacionadas aos sinistros, mas também a outros benefícios, como movimentações no plano de saúde, seguro de vida e plano odontológico. Os indicadores da solução permitem a navegação de forma dinâmica e eficaz, possibilitando o cruzamento de dados que amparam a gestão da saúde dos empregados.

A essas iniciativas, somou-se mais uma edição da Semana+Vida, focada na realização de exames e promoção de saúde por meio de ações como treinamento de primeiros socorros, horários estendidos de massagens, vacina antigripe, divulgação do guia de alimentação saudável, aplicação de questionário de saúde e atendimento médico.

No âmbito da remuneração dos empregados, para garantir sua competitividade, a companhia se baseia em pesquisas anuais promovidas em conjunto com consultorias especializadas, políticas internas sobre o tema e realização de comitês de performance, que avaliam o desempenho dos profissionais centrados no conceito de meritocracia. Anualmente, são realizadas reuniões por área para discutir, com a presença dos gestores de cada diretoria, o desempenho individual dos empregados, com base em discussões sobre quais foram as entregas e como elas foram realizadas ao longo do ano. São ainda levantados os aspectos de melhoria para alavancar a performance de cada profissional, ligados aos desafios propostos. Essa avaliação leva em conta as entregas, o posicionamento na faixa salarial e o histórico de movimentações, resultando na aplicação do mérito do ciclo correspondente.

Em 2019, a Votorantim ganhou o prêmio Destaque em Saúde da Great Place to Work (GPTW), que, anualmente, publica mais de 40 rankings temáticos e reconhece as melhores empresas para trabalhar nos âmbitos nacional, regional e setorial.