As Investidas 103-2 | 103-3

Em 2019, houve a conclusão da transação da Fibria e a implementação de mudanças na gestão da CESP, realizada pela joint venture constituída entre a Votorantim Energia e o CPPIB, após o bem-sucedido leilão de privatização em outubro de 2018. Ambas as transações estão alinhadas com a transformação do portfólio e a estratégia de alocação de capital para atender aos objetivos de investimentos dos acionistas. Também revelam a continuidade do plano de investimento que vem se materializando há alguns anos, exemplificado pela criação de plataforma de investimentos em energia renovável em parceria com o fundo canadense CPPIB.

Mesmo com o ambiente de incerteza que marcou os cenários macroeconômicos nacional e internacional em 2019, a Votorantim manteve seu compromisso de investir no futuro, principalmente apoiando as investidas em projetos estratégicos. Demonstrações nesse sentido são o projeto Aripuanã, de mina subterrânea polimetálica, conduzido pela Nexa no estado brasileiro do Mato Grosso; a aquisição, pela Votorantim Cimentos, da United Materials LLC, empresa que atua nos segmentos de concreto nos Estados Unidos; e a compra, pela CBA, da operação da Arconic Inc., em Pernambuco, no Brasil, o que complementará sua linha de produtos laminados.